Versão em Português English Version Versión Español

Um hobby fantástico ao alcance de todos!

Frateschi > A Empresa > Cronologia

1958
Fundação da FÁBRICA DE BRINQUEDOS FRATESCHI, que produzia bichos de pelúcia, mobília de madeira e trenzinhos de lata. Nesta época começam a surgir os primeiros produtos de ferreomodelismo: postes telegráficos, postes e catenárias para rede aérea.

1967
A FÁBRICA DE BRINQUEDOS FRATESCHI passa a chamar-se INDÚSTRIAS REUNIDAS FRATESCHI LTDA. e torna-se inteiramente voltada ao ferreomodelismo. Neste ano são lançadas, em setembro a ponte metálica ref. 1501, e em novembro a plataforma 1502.

1968 
Em outubro foram lançados o depósito de locomotivas - 1508 (depois substituído pelo 1517) e o portal de túnel 1509.

1969 
Em abril foi lançado o rampa kit em duas versões: 1511-65(rampa de 6.5 cm) e o 1511-95 (rampa de 9,5 cm). Em agosto foi lançada outra ponte metálica, a de ref. 1510, que era maior e mais detalhada que 1501, e em novembro ocorrem dois lançamentos: a caixa d'água 1512 e o vagão gaiola 2001, o primeiro vagão da FRATESCHI.

1970 
Neste ano tivemos o lançamento de 4 vagões: em março o vagão prancha 2000, em maio o vagão fechado EFS - 2002, em julho o vagão frigorífico FRIMA - 2004 e em agosto o vagão frigorífico ANGLO - 2003.

1971 
Dois kits e dois vagões foram lançados neste ano: em março foi a vez do vagão tremonha 2005, e em agosto é lançada a casa popular 1513. Em setembro foi lançado o conjunto de mini-pinheiros 1507 e finalmente em novembro é lançado o vagão tremonha CSN - 2006.

1972 
Neste ano ocorreu o lançamento de três vagões: em agosto o vagão frigorífico da EFSJ 2007, em outubro o vagão tremonha da RFFSA 2009 e em dezembro o vagão fechado para transporte de adubos químicos da E.F. Sorocabana, 2008.

1973
A FRATESCHI lança seu primeiro catálogo.

1974
É lançado o vagão frigorífico 2010, e em setembro são lançados dois kits: 1503, estação de passageiros (depois substituída pela Estação Engenheiro Passos 1519) e o tanque de óleo 1514.

1975 
Em outubro deste ano foi lançada a primeira locomotiva, uma G-12 que possuía as seguintes características: motor de autorama posicionado em baixo, tração num só truque, carcaça sem pintura, ou seja, injetada na cor do plástico. O lançamento ocorreu em duas versões: a 3000, modelo da Fepasa, e a 3001, modelo da RFFSA.

1976
A Frateschi começa a trabalhar com coroas de nylon em três modelos, com 23, 25 e 27 dentes, para carros de autorama.

1977 
Em abril são lançados os primeiros trilhos: 4220 trilho reto com 220 mm e o 4188 trilho curvo 30° com raio de 360 mm.

1979
Neste ano, além do lançamento do INFORMATIVO FRATESCHI, ocorrido em janeiro, temos em fevereiro o lançamento de dois vagões que hoje estão fora de linha, o 2011 e 2012. O primeiro trata-se de um vagão tanque para transporte de óleo bruto da PETROBRÁS, e o segundo trata-se de um vagão tanque para transporte de gasolina da FEPASA com uso exclusivo da SHELL. Em junho é lançado o novo sistema de fixação do motor da locomotiva 3001 e o primeiro controlador, CT-5100. Ainda neste ano é lançado o 4219, trilho curvo com 418 mm de raio, e o primeiro desvio, o 4165.

1980
Em janeiro temos o lançamento de dois vagões que vem complementar os lançamentos do ano anterior: são o 2013, tanque para transporte de óleo bruto da FEPASA, e o 2014, tanque para transporte de gasolina da Cia. Brasileira de Petróleo Ipiranga. Ambos hoje estão fora de linha. Em março houve nova mudança na locomotiva. desta vez foi o redutor que passou da relação 1:14 para 1:18 e o motor que deixou de ser de autorama e passou a ser reerolado na FRATESCHI. Ainda neste mês houve o lançamento de mais dois trilhos: o 4083 e o 4166. Em setembro houve o lançamento do SDC-500, protetor de desvios, e em outubro o lançamento da carcaça comemorativa de 20 anos da Sociedade Brasileira de Ferreomodelismo.

1981
Lançamento da publicação FERROVIAS PARA VOCÊ CONSTRUIR e das primeiras caixas Hobby Trem 6300, 6301, 6302 e do novo controlador, o CT-5200, que possuia inércia e freio eletrônicos. 

1982 
Durante este ano ocorre o lançamento dos carros de passageiros dos trens Santa Cruz e Vera Cruz: 2500 correio, 2501 1ª classe e 2502 restaurante. Ainda neste ano acontece o lançamento do trilho flexível 4880.

1983 
Em janeiro é lançada a locomotiva EFVM - 3003. Ainda neste ano são lançados seis vagões frigoríficos com ref. de 2015 e gôndola 2020, além do 1º vagão limpa trilhos 2098, hoje fora de linha.

1984 
Lançamento da locomotiva G-22-U 3004 da RFFSA, e do motor 30080, totalmente projetado e produzido pela FRATESCHI.

1985 
Lançamento de dois novos produtos: em janeiro, o 1515 pontilhão metálico e em março o 1516 ponte metálica. Em maio aconteceu nova mudança na locomotiva que deixou de ter tração em um só truque, ganhando a nova tração 8x8. Em dezembro uma nova leva de lançamentos: 2021 tanque para cimento Itaú; 2022 vagão fechado Itaú; novo trilho 4980 flexível de níquel silver e o novo desvio 4965 também de níquel silver. É ainda neste ano que ocorre o lançamento das primeiras caixas Hobby Trilho ref. 6400, 6401 , 6402.

1986 
Em janeiro são lançadas as locomotivas U-20-C, RFFSA 3005, FEPASA 3006 e FEPASA 3007.

1987 
Lançamento em junho de 4 vagões. São eles: 2023 vagão tanque da Cia. Sorocabana de Material Ferroviário, SOMA, 2024 vagão fechado FEPASA, 2025 gôndola drop bottom da RFFSA e 2026 gôndola da Cia. Siderúrgica Nacional. Em setembro é interrompida a publicação do INFORMATIVO FRATESCHI, na época com numeração 44.

1988 
Lançada em janeiro a REVISTA BRASILEIRA DE FERREOMEDELISMO, que veio substituir o INFORMATIVO FRATESCHI. Ainda em janeiro são lançados os trens suburbanos 6314 e 6315, além da gôndola da Cia. Vale do Rio Doce 2027.

1989 
Em janeiro ocorre o lançamento das locomotivas FA-1 3008 e 3009. Ainda neste ano ocorre o lançamento dos vagões 2002K, 2003K, 2007K, 2008K, 2010K, que haviam saído de linha e foram relançados na forma de kits para montar. Também ocorre o lançamento dos vagões 2030 tanque da PETROBRAS, 2031 tanque da FEPASA, e 2032 tanque RFFSA, que substituíram os vagões 2011, 2012, 2013, 2014, 2023.

1990 
Neste ano ocorre o lançamento do novo desvio 4200 e do seu equivalente em níquel silver, o 4900. Também neste ano são lançados dois novos controladores: o 5300 e 5400 que substituíram o 5100 e 5200 respectivamente. Em março é lançado o kit 1517, depósito de locomotivas que substituiu o 1508, e da locomotiva 3012, primeira versão G-12 da CMEF.

1991 
Lançado em março o kit 1518, cabine de sinalização e em abril a locomotiva Consolidation 3010, que foi a primeira réplica em escala perfeita de uma locomotiva a vapor produzida no Brasil, e a 3013, versão da segunda pintura da CMEF.

1992 
Em setembro deste ano foi lançado o kit 1519 Estação Engenheiro Passos, os vagões 2033 plataforma RFFSA, 2034 gôndola para minério RFFSA, 2035 vagão plataforma EFC, 2036 vagão plataforma EFSJ, além do 2400, vagão limpa trilhos 2ª versão. Ainda neste ano temos o encerramento da Revista Brasileira de Ferreomodelismo em sua 10ª edição.

1993 
Neste ano a FRATESCHI começa a exportar para os Estados Unidos - Atlas e Model Power e pela primeira vez desenvolveu produtos direcionados a um público que não o brasileiro. Foram inúmeros carros de passageiros e locomotivas: Amtrak, Southern Pacific, Pennsylvania, Canadian Pacific., etc.

1994 
Devido à parceria com a Atlas, a FRATESCHI, produz neste ano mais três tanques de ferrovias americanas, introduz vários aprimoramentos na locomotiva Consolidation e para o mercado interno produz cinco vagões fechados de ref. 2037 a 2041, importados.

1995 
Neste ano tivemos o lançamento de algumas locomotivas: a 3112 G-12 da Argentina, a 3014 G-12 da CVRD, e a 3016 G-22-U da RFFSA na pintura cinza/amarelo. Em dezembro lançamento da publicação ABC DO FERREOMODELISMO, voltada para sanar as dúvidas dos ferreomodelistas iniciantes. Porém, o lançamento mais importante deste ano foram os carros de passageiros estilo antigo, de madeira, 2490, 2491, 2495 e 2496 e as locomotivas Ten-Wheeler da Central 3017 e Cia. Paulista 3018.

1996 
Este foi um ano de muitos lançamentos: 3 isotérmicos 2042, 2043, 2044 e o tanque 2045, 4 carros do Trem de Prata - 2505 Correio, 2506 Restaurante e 2507 - 2508 Dormitório, as locomotivas 3020/3021, novas versões de pintura da FEPASA; 3022 a 3025, a U-20-C na nova versão cinza e amarelo da RFFSA e a 3011, Consolidation da Cia. Paulista. Na verdade não se trata de algo realmente inédito, pois são modelos de vagões, carros e locomotivas já existentes que ganharam nova pintura.

1997 
Neste ano tivemos o lançamento do sobrado 1521, dos carros passageiros de aço carbono de ref. 2475, 2476, 2477, 2480, 2481, 2482, 2485, 2486, 2487, das Coleções e o número de modelos de caixa de trens básicos pulou de 4 para 11 opções, tendo inclusive mudado a embalagem. Além disso tivemos os TRINTA ANOS DAS INDÚSTRIAS FRATESCHI LTDA que foram comemorados na Estação da Fepasa em Ribeirão Preto, no dia 30/08/97, com a Mostra e Concurso de Ferreomodelismo, tendo sido apresentada aos ferreomodelistas, durante este encontro, a nova versão da locomotiva U-20-C nas cores da NOVOESTE, primeira ferrovia privatizada do Brasil.

1998 
Foram lançadas as versões de várias locomotivas das ferrovias que nasceram a partir do processo de privatização. São elas: 3031 G-22-U da FSA; 3030 U-20-C da FCA; 3030 G-12 da FSA. O lançamento mais expressivo do ano foi, sem dúvida, o vagão hopper HFD, com todas as suas variações de pintura: 2046, Fepasa fase II; 2047, Fepasa fase III; 2048, RFFSA; 2049, FSA fase I e 2050, FSA fase II. Também o Kit 1522, Posto de Gasolina, foi lançado neste ano. Como o processo de privatização atingiu também a Argentina, houve alteração no cenário ferroviário daquele país, o que proporcionou à FRATESCHI lançar a locomotiva 3150 G-22-U do Metropolitano.

1999 
Continuou o processo de lançamentos das novas versões das locomotivas que nasceram do proces so de privatização. Na seqüência do ano anterior vieram a 3032 U-20-C da MRS e a 3033 G-12 da FCA. A nível de atendimento ao mercado de brindes para as ferrovias, foram lançados alguns produtos, como a 3034 U-20-C Ferroban; 2055 Vagão Hopper Ferronorte; a U-20-C Gevisa, etc...mas estes produtos somente estariam disponíveis ao público ferreomodelista, a partir do ano de 2000.

Para o mercado de exportação, foi lançada a G-22-U Ferrovias, ref. 3151 da Argentina.

Os trilhos flexíveis 4880/4980 sofreram um grande aperfeiçoamento, com a substituição do molde por um novo, em que, tanto o projeto do trilho como do molde, foi sensivelmente aperfeiçoado.

Foram também, relançados os vagões de minério, 2006 e 2009, em kit para montar.

2000
Foi um ano de muitos lançamentos . 
Em março tivemos: 
3034 - U-20-C Ferroban, com duas numerações diferentes · 1523 - Estação Coberta, em kit para montar 
2051 - Tanque par Cimento - Liz

Em Setembro: 
3037 - U-5-B RFFSA 
3038 - U-5-B EFCB 
3039 - U-5-B MRS 

2052 - Gôndola p/ Minério MRS 
2053 - Gôndola p/ Minério MBR 
2055 - Vagão Hopper Ferronorte

Foram relançadas algumas versões de FA-1 para o mercado norte-americano: 
3106 - Locomotiva Eire 
3108 - Locomotiva Lehigh Valley 
3115 - Locomotiva Soo Line 

Neste ano houve um grande esforço para manter um elevado padrão de qualidade nos desvios, trilhos e principalmente nas locomotivas diesel, que passaram a apresentar um baixo nível de ruído, de balanço, etc...

O mercado soube reconhecer que foi um ano de grande progresso para a FRATESCHI .

No IV Encontro de Ferreomodelismo foi apresentado o primeiro Virador de Locomotivas fabricado no Brasil, pela FRATESCHI e que seria lançado no início de 2001.

2001 
Conforme anunciado em 08.2000, durante o IV Encontro de Ferreomodelismo, o Virador de Locomotivas, ref. 4500, foi lançado em março de 2001. Logo em seguida foi lançado o vagão 2056, hopper-fechado ALL, para completar a série de hoppers das ferrovias mais importantes do Brasil.

Em Junho foram lançados os vagões fechados hopper, com plug door, série FHD: 
2057 da MRS 
2058 da RFFSA 
2059 da Fepasa 
2060 da Ferroban 
2061 da ALL. Em 08.2001

Durante o V Encontro de Ferreomodelismo, foram lançados: 
2062 tanque de cimento ALL 
2063 gôndola drop bottom ALL 
3041 G22CU da ALL 
3042 G22CU da RFFSA

Em Julho foi feita uma série única de 250 locomotivas G22U da E.F.Tereza Cristina, que se esgotou imediatamente. Esta foi uma experiência nova, que resultou em sucesso de marketing.

Em Setembro saíram as primeiras locomotivas G22CU para a Argentina. Neste caso, não houve alteração da numeração, mas uma correção nos modelos, já que, até então, a 3112, 3117, 3150 e 3151 eram produzidas com truques de dois eixos. 

2002
A exemplo do ano anterior, 2002 também foi um ano de muitos lançamentos, sendo o primeiro logo em fevereiro: o trem metropolitano ref. 6316 da CPTM, de fabricação Siemens

Em março foram lançadas as G22 da ALL na pintura vermelha, fase II: 
3043 - G22CU ALL (fase II) 
3044 - G22U ALL (fase II)

Em maio foram lançados os tão esperados carros de aço carbono Pullman Standard, nas pinturas da Cia. Paulista, Fepasa e EFA: 
2440 - Carro Bagagem/Correio CPEF 
2441 - Carro 1ª classe CPEF 
2442 - Carro 2ª classe CPEF 
2443 - Carro Restaurante CPEF 
2450 - Carro Bagagem/Correio Fepasa 
2451 - Carro 1ª classe Fepasa 
2452 - Carro 2ª classe Fepasa 
2453 - Carro Restaurante Fepasa 
2460 - Carro Bagagem/Correio EFA 
2461 - Carro 1ª classe EFA 
ªclasse EFA 
2463 - Carro Restaurante EFA

Em julho, um mês antes do VI Encontro, os lançamentos não pararam. Foi lançada a G12 da Cia Paulista, ref.3045, e no VI Encontro, Mostra e Concurso de Ferreomodelismo (24/08) tivemos o vagão tanque TCD, em cinco pinturas: 
2065 - Vagão Tanque Ferroban 
2066 - Vagão Tanque RFFSA 
2067 - Vagão Tanque ALL 
2068 - Vagão Tanque FCA 
2069 - Vagão Tanque Fepasa

com um destaque interessante para o tanque da Ferroban, que apresentou a primeira pintura envelhecida, de fábrica. Além disso tivemos dois relançamentos: a G12 da E. F. Vitória a Minas (fase I), cuja pintura e arte foram aprimoradas em relação ao modelo anterior, que havia sido tirado de linha, e a G12 da Mogiana (fase I): 
3003 - G12 E. F. Vitória a Minas (fase I) 
3012 - G12 Mogiana (fase I) 

2003
Seguindo a mesma tendência de introduzir as pinturas da fase II da ALL, a FRATESCHI lançou em Fevereiro de 2003, os vagões :

2073 – Vagão Hopper Fechado ALL – fase II
2074 – Vagão Fechado Hopper ALL – fase II

No VII Encontro de Ferreomodelismo da FRATESCHI, em agosto de 2003, foram lançados :

2075 – Plataforma articulada para contêineres
20751 a 20754 – Contêineres de 20´em 4 cores (vermelho, bordeaux, cinza e verde)

2497 – Bagageiro antigo - EFS
2498 – Carro 1ª classe antigo – EFS
2499 – Carro 2ª classe antigo – EFS

3046 – Loc. Consolidation – EFS
3047 – Loc. U5B ALL – fase II
3048 – Loc. U20C ALL – fase II
3049 – Loc. G12 ALL – fase II

Ainda com o objetivo de continuar expandindo seu programa de exportações foram desenvolvidas novas pinturas para Taiwan e Argentina.

3156 – Loc. G22CU Taiwan – fase II
3157 – Loc. G22CU Taiwan – fase I
3158 – Loc. U20C Ferrosur Roca

2004
Este foi o ano do lançamento das locomotivas elétricas chamadas V8, em suas versões 3050,3051 e 3052. Estas locomotivas representaram um passo importante na história da FRATESCHI, pois um salto significativo de qualidade em relação a todas as locomotivas anteriormente trazidas ao mercado, no que tange não somente qualidade de acabamento mas, também na precisão de funcionamento.

Em virtude desta nova fase também optamos por disponibilizar uma embalagem que valorizasse ainda mais o produto com um tratamento visual mais sofisticado.

Em Agosto foram lançadas mais duas versões do tanque TCD : o 2076, RFFSA preto e o 2077, CVRD prata, fase I.

Foi também adicionada mais uma caixa básica : o trem de carga geral da ALL - 6520

2005
Grandes avanços também aconteceram neste ano, não somente na área de novos produtos como também no aprimoramento da linha atual.

O primeiro lançamento do ano foi a série dos novos vagões fechados estilo antigo cujas referências são : o 2078 da EFSJ, o 2079 da EFCB, o 2080 da CPEF, o 2081 sem impressão e o 2082.sem pintura.

Na seqüência foi lançada a locomotiva V8, CPEF, na sua fase I de pintura verde oliva, com a referência 3054.

Em Agosto aconteceu o 9o Encontro de Ferreomodelismo da FRATESCHI, sendo este realizado pela primeira vez em Campinas em parceria com a Secretaria da Cultura da prefeitura daquela cidade. Todas as expectativas de público e sucesso foram mais que superadas. Este Encontro marcou também os 30 anos do lançamento da locomotiva G12, em Setembro de 1975. Tivemos também o lançamento das novas versões de G12 com nariz envolvente e cabine reta, sendo que a locomotiva 3001 foi corrigida para a versão de nariz envolvente e foram lançadas a 3055, de nariz envolvente e cabine reta e a 3056, da NOB. Outro lançamento deste Encontro foi a versão U20-C da Brasil Ferrovias. Como aperfeiçoamento de toda a linha de locomotivas a diesel, foi lançada a nova iluminação com leds direcionais de intensidade constante.

Em Novembro foi re-lançada a ponte metálica em arco 1510, cujos moldes foram refeitos nos padrões atuais e modernos de qualidade industrial da FRATESCHI.

2006 
Tivemos vários lançamentos ao longo do ano, começando com a plataforma PES da MRS, ref. 2083, tendo providenciado no estrado da mesma os encaixes para posicionamento dos conteineres.

Em seguida foi lançada a G12 versão A-1-A, que além de atender ao mercado interno, pois o Brasil possuiu 20 unidaes no Rio Grande do Sul, veio para corrigir o truque das G12 exportadas para a Argentina e Nova Zelândia. Os truques foram substituidos mas os códigos das máquinas permanceram os mesmos.

Os comandos digitalizados começaram a aparecer no Brasil, e a FRATESCHI começou a esboçar seus primeiros movimentos no sentido de se manter atualizada no mercado, também nesta área. Para tal foi lançada uma placa de Circuito Impresso, ref. 30060, que permite digitalizar facilmente uma locomotiva FRATESCHI, de acordo com os novos padrões internacionais de decodificador com terminal de 8 pinos.

Para o mercado externo foi lançada a G12 ref. 3168, Ferro Expresso Pampeano, da Argentina.

Foram também lançadas duas novas versões de 2-C+C-2 para o mercado interno: a 3053, Escandalosa da EFCB em sua versão única, azul e amarela, e a tão esperada V-8 Fepasa fase III, ref. 3059. O número escolhido foi a 6371, em homenagem à locomotiva preservada pela ABPF.

Para acompanhar a Escandalosa EFCB foram lançados os carros Budd versão CENTRAL. Também foi revista a arte dos carros já existentes da RFFSA no sentido de aprimorar a qualidade da impressão dos mesmos.

O lançamento mais importante do ano aconteceu no 10º Encontro de ferreomodelismo da FRATESCHI, em Campinas, que foram as 3 versões do vagão hopper tanque de bitola larga, de fabricação Cobrasma: 
2084 - RFFSA em vermelho óxido
2085 - RFFSA em cinza médio
2086 - MRS na cor verde água
Mantivemos a tendência e o propósito de lançar cada um dos vagões com 3 numerações diferentes.

2007
O primeiro lançamento de 2007 foi o carro 2444, o Pullman do trem R da CP. Este carro era o que faltava para completar aquele famoso trem.

Havia um aperfeiçoamento necessário a ser feito nas Caixas Básicas, relativo ao trilho de ligação 4220-L, e foi por isso que a FRATESCHI reviu esse produto, lançando um trilho totalmente novo, seguro e bem acabado.

O mercado já vinha pedindo para que a FRATESCHI lançasse a terceira pintura da Fepasa na locomotiva U20C, o que foi feito também em 2007, com a locomotiva 3060.
Em junho de 2007 aconteceu o lançamento do ano, ou a locomotiva dos 40 anos da FRATESCHI: a C30-7. Foram lançadas duas versões em junho, 3061 (MRS) e 3062 (Com. Quintella). Em julho foram lançadas mais duas pinturas: a 3063 (ALL de bitola métrica) e a 3064 (Brasil Ferrovias). Em setembro, a última da série, a 3065, ALL de bitola larga.

No dia 11.08.2007 aconteceu o 11º Encontro de Ferreomodelismo da FRATESCHI, em Campinas, quando foi lançado o livro: A História do Ferreomodelismo no Brasil e os 40 anos da FRATESCHI.

Em outubro foi lançado o produto 1525, Batente de Final de Linha, e em novembro, o vagão fechado hopper 2088, azul, da Bunge-ALL.
Em dezembro, a locomotiva V-8, Conselheiro Antonio Prado, ref. 3514, em série limitada.

2008
Em fevereiro deste ano trouxemos um novo kit para montar, o prédio de apartamentos 1524, disponível em três cores. Foi passo importante no sentido de ampliar a gama de material FRATESCHI no segmento de “Construções” e que é muito requisitado por todo o mercado, além do que, tal construção traz diferentes possibilidades para o modelista adornar sua maquete.

Em junho foi lançada uma nova locomotiva, a U23C, nas pinturas da RFFSA (3066) e MRS (3067).

2009
Para relançar o trilho flexível NS, 4980, e os respectivos desvios, 4900, em abril, a FRATESCHI optou por faze-los compatíveis com o padrão CODE 100. Assim, não só os trilhos de NS, mas toda a linha de trilhos, a partir de abril, passou para esse novo padrão internacional.

Também em abril foi lançado o graneleiro FHS da MRS, 2090, conhecido como “Bege Trigo”. O lançamento foi disponibilizado em três numerações. Demonstrando extremo esmero com a qualidade, a FRATESCHI, adotou cada marcação de letras de acordo com os padrões das empresas reformadoras dos vagões.

Em maio foi lançada uma nova versão, mais atual, das gôndolas de minério de bitola métrica, as GDE da VALE. Essa nova gôndola, a 2091, veio substituir e atualizar a velha gôndola 2018, que havia sido abandonada por aquela ferrovia desde há alguns anos. Foram seis novas numerações possibilitando a formação de três pares geminados de gôndolas.

Em julho foi lançado um novo kit, a Estação Campestre, 1526. Trata-se de uma pequena estação do interior, muito comum nas ferrovias brasileiras. Por sua versatilidade, permite ao modelista, utilizá-la também como um pequeno armazém de carga.

Em setembro lançamos dois vagões de minério, fabricação Mafersa: os HAT, abertos com três bocas de descarga. São eles: 2092, da MRS, e 2093, da RFFSA. Cada um deles saiu com quatro números disponíveis.

Em dezembro, para satisfazer as muitas solicitações que recebemos desde o lançamento da locomotiva elétrica V-8, disponibilizamos uma série única, especial, com duas numerações, da V-8 Fepasa fase I.

Produtos que saíram de linha em 2009:

6516 – Trem de passageiros CVRD
2460 – Bagageiro de aço carbono EFA
2461 – Carro 1ª classe de aço carbono EFA
2462 – Carro 2ª classe de aço carbono EFA
2463 _ Carro restaurante de aço carbono EFA
3020 – Locomotiva G12 Fepasa fase III
3053 – Locomotiva V- 8 EFCB azul
3054 – Locomotiva V- 8 CP verde oliva
3060 – Locomotiva U20C Fepasa fase III

2010
Objetivando revitalizar sua marca e imagem, a FCA optou por substituir seu primeiro padrão de pintura, que era azul com faixas cor de abóbora, por um outro, mais chamativo: o novo padrão inteiramente abóbora, com uma nova logomarca, onde as letras “FCA” ficam no centro de um grande círculo contornado em branco e cinza. A FRATESCHI, em sua fidelidade e objetivando oferecer aos ferreomodelistas verde-amarelos, opções antigas e atuais das ferrovias brasileiras, lançou, em janeiro de 2010, o vagão hopper fechado FHD, ref. 2094, e em março, a locomotiva U20C, ref. 3068, ambos no novo padrão da FCA.

Em julho, a FRATESCHI fez um relançamento muito comemorado, do vagão 2003, isotérmico Anglo, na mesma versão de seu original, de 1969. Porém, para motivar ainda mais o mercado, ela acrescentou duas versões novas e inéditas: os isotérmicos Armour e Wilson, ambos, de rara beleza e cor.

Em dezembro, lançamos. em série exclusiva, o vagão tanque TSD da ALL, ref. 2095, com sua belíssima pintura preta, numa qualidade de extremo esmero com relação à pintura, impressão e acabamento.

Em 2010 foram tirados de linha o Rampa-Kit 1511 e os vagões de minério 2006 e 2009.


2011
Visando manter-se atualizada em relação às empresas concessionárias, a FRATESCHI lançou, em março, o vagão 2096, tanque TCD ALL com inscrições em vermelho, substituindo o tanque 2067, no qual as inscrições ainda eram feitas em preto. O tanque 2067 passou a ser mantido apenas nas Caixas Básicas.

Com o portal de túnel ocorreu fato semelhante. O portal 1509, lançado em 1968, possuía um estilo arquitetônico muito afastado do padrão ferroviário brasileiro, e o lançamento da Estação Campestre trouxe uma tendência de estarmos mais próximos de nossa realidade ferroviária, também na parte de cenário. Em abril foi então lançado o portal 1527, um pouco menor, porém, totalmente identificado ao estilo de nossas ferrovias. É o ferreomodelismo verde-amarelo chegando também aos kits de construção e cenário.

Em julho, um grande lançamento: as locomotivas elétricas GE-5200, nas versões CP (3070) e Fepasa fase II (3071), resgatando assim mais uma página de nossa memória ferroviária verde-amarela.

Para satisfazer também ao mercado daqueles que querem estar atualizados com as tendências atuais de nossas ferrovias, em agosto, no 15º Encontro de Ferreomodelismo da FRATESCHI, em São Carlos, foi lançado a magnífico vagão graneleiro HPT da RUMO Logística, ref. 2097. 

Em dezembro, fechamos a série de lançamentos das elétricas 2-C+C-2, lançando a versão RFFSA EFSJ, com um lote fechado de 220 locomotivas.

2012
Logo no inicio do ano, dando continuidade à proposta de nos mantermos atualizados com relação ao material rodante das novas concessionárias, a FRATESCHI lançou o vagão ref. 2098, o graneleiro HFT da ALL.
Em meados de 2012, lançamos o tanque ref. 2099, o TNS da MRS, visando ampliar o leque de opções daquela importante ferrovia.

Foram lançados também os contêineres de 40’, em quatro de pinturas, no 16º Encontro de Ferreomodelismo da FRATESCHI, realizado em São Carlos, SP.

Em dezembro, atendendo aos insistentes apelos do mercado, lançamos uma série única dos carros de passageiros de aço carbono, em sua última versão de pintura, os chamados AVE MARIA, da Fepasa. Foram duas caixas Masterclass, contendo os carros bagagem/correio, primeira classe, segunda classe e restaurante.

Em setembro, foi feita uma magnífica série limitada da locomotiva U23C da RFFSA, fase II, na qual as locomotivas eram batizadas com nomes de várias estações. Para essa série a FRATESCHI escolheu os nomes Volta Redonda, Juiz de Fora e Itabirito.

No final do ano, foi tirada de linha a Estação Coberta 1523.

2013
Em março de 2013 foi lançado o tanque 2037 - TCD BR, que veio substituir o 2030, que já era vendido em kit para montar.

Com o lançamento do novo Portal de Túnel 1527, o modelo anterior, 1509, foi mantido em linha até esgotar todo o estoque de peças, tendo sido então retirado de linha.

Em Julho fizemos uma série especial da V-8 Fepasa fase II, batizada com o nome de Francisco de Monlevade, em homenagem a esse que foi um dos maiores presidentes da Cia. Paulista, e quem levou adiante o projeto de eletrificação da ferrovia.

Encerramos o ano com o lançamento do vagão hopper HPT da MRS, ref. 2050, totalmente pintado na cor azul padrão daquela ferrovia.

2014
Uma das concessionárias ferroviárias importantes, cujos modelos a FRATESCHI ainda não havia lançado, era a VLi. Assim, em Setembro, foram colocados em linha, quatro modelos, a saber:

2070 – Vagão fechado hopper VLi
2071 – Vagão tanque TCD Vli, prata.
2072 – Vagão tanque TSD VLi, preto.
3036 – Locomotiva U20C da VLi

Lançamos também duas séries especiais de locomotivas G22U: as da Ferrovia Tereza Cristina e da Transferro.

Em dezembro foi lançado o vagão 2054 – HPT MRS / Rumo Cosan, o que aconteceu apenas 30 dias depois que o fabricante entregou os vagões para a ferrovia. Uma das características notáveis desse lançamento foi o requinte dos detalhes de impressão alcançados pela FRATESCHI.

Nesse ano, foram retirados de linha os seguintes modelos:

2031 – Vagão tanque para montar, Fepasa prata.
2032 – Vagão tanque para montar, RFFSA preto.
2055 – Vagão hopper fechado Ferronorte.
2058 – Vagão fechado hopper RFFSA.
3005 – U20C RFFSA.
3016 – G22U RFFSA fase II, São Francisco do Sul.
3058 – U20C Brasil Ferrovias.